A Igreja no Brasil celebrou neste domingo (19) o Dia do Migrante. Em São Paulo, a celebração na Catedral da Sé, foi presidida por dom Adilson Busin (CS), bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre. 

A missa foi concelabrada pelos padres scalabrinianos Antenor Dalla Vecchia, Alejandro Cifuentes, Luis Espinel e pelo Superior da Região Nossa Senhora dos Migrantes, padre Agenor Sbaraini.

Na homilia dom Adilson pediu que a xenofobia seja combatida, exortou a dar acolhida aos migrantes, a rejeitar um mundo de indiferença. Lembrou as cruzes que marcam a migração e as pessoas que são obrigadas a fugir de seu país por conflitos armados, em busca de paz e segurança, para reconstruir suas vidas. No caminho esses migrantes, disse o bispo, encontram sofrimento e  até a morte. 

Padre Antenor assessor eclesial da Pastoral do Migrante na Arquidiocese de São Paulo  agradeceu ao todos que trabalham  nas pastorais nesta dura realidade da migração. Lembrou o Projeto da Lei Migratória para a cidade de São Paulo, que deve ser votado ainda este ano e pediu atenção e mobilização dos migrantes.


Durante o ofertório as comunidades de migrantes levaram seus símbolos, mostrando sua cultura e saberes.

Ao encerrar, dom Adilson pediu que as igrejas sejam espaços de acolhida.  

A velebração encerrou a 31a. Semana Nacional do Migrante. 

Rádio Migantes/ Roseli lara

Com informações de Miguel Ahumada