Direitos sociais são reivindicações de grupos populares, dentre eles migrantes com acesso precário ou à margem de políticas públicas como educação, saúde, documentação, trabalho, moradia, equidade de gênero e segurança.

A Missão Paz realizou o IIº Seminário de Serviço Social e Imigração cujo tema foi “Políticas Públicas para migrantes” e teve debates, para um público de mais de 200 pessoas, sobre a necessidade de políticas públicas e mediações entre associações, Igrejas, poder público, movimentos sociais e profissionais de diversas áreas para a efetivação de direitos e inserção social dos migrantes numa perspectiva intercultural.

O evento contou com um primeiro momento expositivo e um segundo momento de trabalho em formato de oficinas temáticas comandadas por membros da equipe da Missão Paz e convidados.

No intervalo todos cantaram e dançaram com a presença alegre e carismática da cantora de El Salvador Celina Castro!

Dentre os expositores, primeiro painel contou com a participação do padre Paolo Parise, diretor do Centro de Estudos Migratórios da Missão Paz; Letícia Carvalho, assessora de advocacy da Missão Paz; Larissa Leite, coordenadora de proteção do Centro de Referencia para Refugiados da Cáritas São Paulo e Camila Baraldi, da Coordenação de Políticas para Migrantes da Prefeitura de São Paulo os quais trouxeram uma introdução às políticas públicas para migrantes no Brasil e na cidade de São Paulo.

O segundo painel discutiu politicas públicas e intersetorialidade: complexidades e impactos na atuação do assistente social e teve a presença de Esther Vargem, assistente social da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Suelma de Deus Branco, assistente social e docente da FAPSS São Caetano e Uniesp.

Aos que participaram, a comissão organizadora agradece a presença e informa que os certificados serão enviados no prazo de 30 dias.

Missão Paz