O presidente François Hollande anunciou nesta segunda-feira (26), que o acampamento de migrantes conhecido como "selva", deve ser "completamente desmantelado". 

Hollande que foi pela primeira vez Calais, porto às margens do Canal da Mancha, pediu ainda aos britânicos que assumam sua parte de responsabilidade para resolver a crise.

É uma grande favela na região de Calais, onde muitos são são sudaneses e afegãos que aguardam uma oportunidade de atravessar a fronteira com o Reino Unido.

Ele, entretanto, não deverá visitar o local, onde entre 7 e 10 mil pessoas vivem em condições delorpaveis em uma grande favela.

As autoridades de Calais iniciaram na semana passada a construção de um muro, financiado pelo Reino Unido, para tentar deter a passagem dos migrantes ao porto de Calais.

Hollande foi à cidade do norte da França depois do o ex-presidente Nicolas Sarkozy, candidato às primárias de seu partido, para as eleições presidenciais de 2017.

Edição Roseli Lara/ Rede Scalabriniana/ Agências Internacionais